Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

«À Beira do Lago Encantado», de Barbara Cartland, em Outubro

 

Mais de 1000 milhões de livros vendidos em todo mundo

 

Uma história de espionagem e amor nos anos que antecedem a Primeira Guerra Mundial

 

 

 

Primeiro, Ian Arkley pensou que aqueles gemidos no quarto ao lado fossem o lamento de um pequeno animal ferido. Depois, ouviu claramente uma voz de mulher implorar: «Não me magoe, Friederich!»

A partir daquele momento, a princesa Mariska passaria a estar sempre presente nos seus pensamentos. Não apenas como a infeliz mulher de um inválido, bêbado e sádico, que lhe batia com um chicote, mas como o único amor da sua vida; um amor sem esperança, porque, além de casada, Mariska era uma princesa alemã, uma inimiga!

E Lorde Arkley tinha motivos para desconfiar que Mariska nunca deixaria de ser fiel àquele marido que a odiava.

 


 

Marienbad, 1905. A Europa está a preparar-se para a guerra e os países aliam-se uns com os outros e contra outros.

 

Mariska fica surpreendida e chocada quando o Alto Comando alemão espera que ela faça o papel de espia - e com medo da fúria do marido, caso recuse.

Em Marienbad para informar o rei Eduardo VII dos últimos acontecimentos no palco europeu, Lorde Arkley conhece a bela e infeliz Mariska. Ela é casada com o sádico príncipe Friederich de Wilzenstein, um homem condenado a uma cadeira de rodas pelos efeitos da bomba de um anarquista.

Arkley e Mariska são atraídos para uma assustadora teia de intrigas e espionagem numa história dramática com um final surpreendente.

 

 

«Rápido, romântico, emocionante e cheio de história, esta doce história de heróis e heroínas galantes é a combinação perfeita.»

Romantic Times

Dame Mary Barbara Hamilton Cartland foi uma escritora inglesa que, durante a sua longa carreira, escreveu mais de 700 livros, tornando-a uma das autoras mais prolíficas do século XX. Vendeu mais de 1.000 milhões de exemplares em todo o mundo, ganhando um lugar no Guinness Book of Records. Para além de ser a mais famosa romancista do mundo, também escreveu autobiografias, biografias, livros de saúde e de culinária, peças de teatro e gravou um álbum de canções de amor. Era muitas vezes apelidada de Rainha do Romance, e tornou-se uma das personalidades mais populares da comunicação social no Reino Unido, aparecendo muitas vezes em eventos públicos e na televisão, vestida com no seu habitual cor-de-rosa, a falar sobre amor, saúde e questões sociais.
Começou a sua carreira de escritora como colunista de mexericos do Daily Express. Publicou o seu primeiro romance, Jigsaw, um thriller de sociedade, em 1923, que foi um best-seller. Continuou a escrever ​​e ganhou uma legião de fãs. Alguns dos seus livros foram transformados em filmes.
publicado por Oficina do Livro às 09:14
link do post | favorito

.pesquisar

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. POR VEZES, O AMOR VERDADE...

. A MULHER DO JUIZ, de Ann ...

. O novo romance sensual de...

. A QUÍMICA DO AMOR, de Emi...

. OS CINCO HERDEIROS, de El...

. Novidades para as férias ...

. PERIGO, PRAZER... E FUGA,...

. A MAGIA DAS PEQUENAS COIS...

. PRAZERES INFAMES, de Eliz...

. Para as férias da Páscoa

. «Desaparecida» de Elizabe...

. «Ligações Arriscadas» de ...

. «Aqui Entre Nós» de Jane ...

. «Pão, mel e amor», de Jen...

. «Mais do que Sedução», Ch...

.subscrever feeds