Terça-feira, 21 de Maio de 2013

«A Rapariga de Olhos Azuis», de Tara Moore, a 4 de junho na Quinta Essência

 

Ela não é o que parece…

 

Anya Keating adora seu trabalho como assistente de Macdara Fitzgerald, dono da deslumbrante propriedade Lismore e dos seus cavalos de corrida. Macdara é um patrão indulgente e generoso e Anya tem muito carinho por ele. Mas quando Macdara a pede precipitadamente em casamento, a amizade  de ambos - e a posição dela – fica ameaçada, e Anya sente-se dividida entre a sua lealdade para com Macdara e os seus sentimentos pelo neto dele, Fergal, o belo treinador de cavalos.

Eis que aparece Orla Fitzgerald, neta distante de Macdara. Orla pode ter deixado Lismore em criança, mas voltou uma mulher sofisticada e bonita. Tão bonita, de facto, que a maioria dos homens ficam encantados por ela - e Anya vê com crescente apreensão enquanto Orla tecer a sua magia em redor de Fergal.
No entanto, Orla pode não ser a rapariga de olhos azuis que os outros julgam. Há mistérios sombrios na vida da propriedade. O passado de Orla contém uma tragédia, e ela está determinada a reivindicar o seu direito de primogenitura, independentemente de quem se atravessar no seu caminho.

 

A Rapariga de Olhos Azuis é um intenso e fascinante drama familiar que conta a história de uma família dilacerada por segredos.

 

 

«Uma complexa história de vingança, enganos, equívocos, mentiras e maldade. Poeticamente narrada, com fortes personagens inesquecíveis, é uma viagem que nos leva da Austrália e da Argentina aos pastos mais verdes da Irlanda rural.»

www.thisiskent.co.uk

 

«Um romance fascinante, mas insolente, com o seu quinhão de drama.»

Woman Magazine


«A história sexy  e deliciosamente sombria de um ódio destruidor ... Glamour, romance, intriga e homicídios…»

Lancashire Evening Post

 

 

Nascida numa família de seis filhos, Tara Moore viu a luz do dia em Kildare, na Irlanda, mas passou a sua juventude no Médio Oriente. Sempre nutriu uma paixão pela escrita, mas isso foi inicialmente eclipsado pela sua paixão pela música, dança e namorados pouco indicados. Agora vive na bela cidade portuária de Ramsgate, em Inglaterra, com os dois filhos e o «amor da sua vida», o Dr. David Moore.

publicado por Oficina do Livro às 18:39
link do post | favorito
Segunda-feira, 28 de Maio de 2012

«Solstício de Verão», de Tara Moore, na Quinta Essência a partir de 19 de Junho


 


 


Tudo começa naquela noite…


 


 


Quando Ashling Morrison fica noiva do amor da sua vida, Rossa Granville, põe em movimento uma cadeia de acontecimentos que farão duas famílias irlandesas ricas e poderosas chocar como nunca antes. Ashling: Apesar de sua educação privilegiada, Ashling Morrison passou a vida a desejar poder fugir da sombra da sua bela carismática e madrasta, Coppelia. Agora, na véspera da sua festa de noivado, pode finalmente conseguir realizar o seu maior desejo. Afinal, Rossa é o parceiro perfeito, e os Granville a família perfeita... Honoria: Para Honoria Granville, o noivado do neto com Ashling Morrison representa o culminar de anos de esquemas, manipulações e logros. Mas agora a armadilha foi montada – e tudo o que ela tem de fazer é esperar pela presa... Carrick: como herdeiro do espólio Granville, Carrick tem-se esforçado para equilibrar as exigências do dever com a liberdade. Mas, quando Carrick percebe que está prestes a ser deserdado em favor do irmão, Rossa, decide agir... Coppelia: sensual, cruel e avarenta, Coppelia Morrison consegue sempre o que quer. Mas quando descobre que a enteada, Ashling, ficou noiva do neto da sua arqui-inimiga, sabe que tem de fazer tudo ao seu alcance para impedir o casamento...


 


O Baile do Solstício de Verão dos Granville é sempre inesquecível. Todas as pessoas importantes da sociedade irlandesa ​​reúnem-se em Carrickcross House - a propriedade rural da família - para uma noite de folia. Mas este ano a noite é muito especial: a matriarca Honoria vai anunciar o noivado do seu neto Rossa com Ashling Morrison. Ashling está delirante. Alto, moreno e bonito, Rossa é o partido perfeito, mas será demasiado bom para ser verdade? Por que motivo está Honoria tão interessada em fazer Ashling - enteada da sua arqui-inimiga Coppelia - parte do clã Granville? Poderá Carrick, o irmão de Rossa, manter a sua posição como herdeiro legítimo? E o que fará a implacável Coppelia? Com a promessa de convidados distintos, bebidas, danças e assassínio... será um solstício de verão inesquecível!


 


 


«Uma intrincada saga familiar que se estende por várias gerações de uma abastada família irlandesa cujos segredos e feudos conduzem a um mistério explosivo. Um romance de ritmo rápido com reviravoltas surpreendentes que nos prende até ao fim.»
The Irish Post


 


«Uma fuga perfeita.»


Daily Mirror


 


«Um romance glamoroso mas atrevido com dramas inesquecíveis.»
Woman Magazine

«Sensual, rápido e deliciosamente sombrio, Solstício de verão está repleto de intriga e elegância. Achei-o completamente viciante!»


Sasha Wagstaff


 


 



Nascida numa família de seis filhos, Tara Moore viu a luz do dia em Kildare, na Irlanda, mas passou a sua juventude no Médio Oriente. Sempre nutriu uma paixão pela escrita, mas isso foi inicialmente eclipsado pela sua paixão pela música, dança e namorados pouco indicados. Agora vive na bela cidade portuária de Ramsgate, em Inglaterra, com os dois filhos e o «amor da sua vida», o Dr. David Moore.

publicado por Oficina do Livro às 09:31
link do post | favorito

.pesquisar

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. «A Rapariga de Olhos Azui...

. «Solstício de Verão», de ...

.subscrever feeds